Artigos

Estudo prova importância da criatividade na infância

Uma educação rica em artes pode aumentar em 17,6% as chances de uma criança, no futuro, ingressar no ensino superior e conseguir um bom emprego. É o que diz o estudo Buenos Días Creatividad [Bom Dia Criatividade, em tradução livre], realizado pela Fundação Botín, da Espanha. Os dados também indicam que a ausência de atividades criativas pode elevar em cinco vezes as chances de um jovem, a partir dos 26 anos, se tornar dependente de ajuda financeira ou assistência pública.
A pesquisa abordou temas como: aspectos que influenciam um ensino criativo, a criatividade e o desenvolvimento infantil na sala de aula, o papel da família no desenvolvimento da criatividade e os espaços públicos que favorecem o potencial criativo de pessoas e comunidades. A publicação tem 123 páginas e foi lançada, no último mês, em Madri.
Para mostrar como a Educação Artística ajuda na melhora do desempenho acadêmico, o relatório mostra uma pesquisa realizada por James Catterall, professor de Educação na Universidade de Califórnia, nos Estados Unidos. Depois de entrevistar mais de 25 mil estudantes americanos, Catterall verificou que aqueles que são mais envolvidos com artes faltam menos às aulas e são mais felizes na escola, além de se mostrarem mais interessados em ler, escrever e realizar operações matemáticas “complexas”. O envolvimento com atividades criativas também aumenta em 15,4% a probabilidade de se engajarem em trabalhos voluntários, eleva em 8,6% a chances de criarem amizades mais sólidas ao longo da vida e aumenta em 20% o interesse dos jovens em votar.
Para ver o estudo detalhado, basta acessar o site da Fundação Botín.

Fonte: http://www.blogeducacao.org.br/estudo-prova-importancia-da-criatividade-na-infancia/

Nenhum comentário:

Postar um comentário